17 de September de 2019

Humanismo Soka homenageado mais uma vez!

Universidade Federal de Sergipe outorga título de Doutor Honoris Causa ao presidente Ikeda

Reitores e pró reitores da Universidade Soka e o reitor Ângelo e sua esposa

Reitor Ângelo foi aclamado carinhosamente pelos estudantes japoneses

“Em louvor às tenazes ações baseadas no humanismo que abriram novos horizontes para a paz”, disse o magnífico reitor da Universidade Federal de Sergipe, o prof. dr. Angelo Roberto Antoniolli em seu discurso de outorga do título de Doutor Honoris Causa ao presidente da SGI, dr. Daisaku Ikeda. A cerimônia se deu na tarde do dia 2, no prédio central da Universidade Soka em Hachioji, Tóquio, tendo como público estudantes e professores.


O verão japonês com seu calor intenso, com direito ao coral de cigarras recebeu o evento de outorga. Representantes dos estudantes da Universidade Soka e Faculdade Feminina os recepcionaram calorosamente os convidados de honra. “Jamais senti tamanha emoção!”, exclamou o reitor. Ao tomar conhecimento que dentre os estudantes haviam brasileiros, rapidamente foi ao encontro deles para cumprimenta-los. “Vocês que têm a oportunidade de estudar na Universidade Soka, tenham a convicção de que estão trilhando o caminho correto. Por favor, difundam em todo Brasil os princípios educacionais Soka como a esperança do mundo!”, incentivou o reitor.


A Universidade Federal de Sergipe foi fundada em 1968 tendo como ideal o “estudante em primeiro lugar”. Trata-se da única universidade federal do estado de Sergipe, formadora de diversas pessoas capacitadas que ajudaram no desenvolvimento da reunião Nordeste do país. Hoje, possui seis campi na capital Aracaju e demais localidades do estado, com cerca de 26.000 estudantes de graduação e pós-graduação. A universidade dispõe de 113 cursos em 73 departamentos como de Medicina, Farmacologia, Odontologia, Veterinária, Direito e Economia. Oferece também oportunidade para uma educação mais ampla por meio do ensino à distância.


Desde que assumiu como reitor em 2012, o reitor Antoniolli vem criando valores humanos de rico caráter e atuantes na sociedade com base em sua convicção de “prezar os jovens”. Além disso, veio prestando significantes contribuições pelo progresso da educação regional como presidente da região Nordeste da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior.


O dr. Antoniolli tomou conhecimento de Daisaku Ikeda em diálogo conversando com um integrante da BSGI residente no estado. Diante do relatado exclamou: “Existe uma pessoa que se empenhou até esse ponto em prol da paz e da educação do mundo!”. Profundamente admirado, o reitor apreciou em maio do ano passado a exposição de meio ambiente Sementes da Esperança realizada na mesma universidade (projeto e produção conjunta da SGI e a Carta da Terra Internacional), demonstrando profunda empatia em relação ao movimento de proteção e educação ambiental da SGI. Logo após, aprofundou a compreensão em relação ao presidente Ikeda por meio da reitora Margareth de Fátima Formiga Melo Diniz, da Universidade Federal da Paraíba, que também faz parte das instituições do Nordeste e que também outorgou o título de Doutor Honoris Causa a Ikeda. A partir disso, o reitor dedicou-se a ler e se aprofundar nas obras e ideias do presidente Ikeda.


“O que mais me emocionou foi o coração do Dr. Ikeda de acreditar e amar os jovens. E o fato de incentivá-los incessantemente, iluminando o caminho de esperança da humanidade. Meu respeito apenas aumenta ao ver suas ações”, ressaltou. Tal emoção expressa pelo reitor se proliferou entre a cúpula e corpo docente da universidade, elevando de forma consistente o reconhecimento em relação ao Humanismo Soka. E em fevereiro deste ano, a trajetória acadêmica e inúmeras contribuições pela paz mundial foram avaliadas de forma imparcial pelo conselho universitário para títulos acadêmicos.


“A concessão do Título de Doutor Honoris Causa ao Sr. Daisaku Ikeda é de valor inestimável pela perspectiva da história de luta em torno de um legado em defesa da paz mundial e de uma educação comprometida com a humanização e a erradicação das causas fundamentais do conflito humano”. Desta forma, a outorga foi definida em decisão unânime.


A cerimônia de outorga iniciou-se numa atmosfera solene com o Hino Nacional Brasileiro. No evento, o reitor Antoniolli leu altivamente o discurso de outorga e, em seguida, foi entregue o certificado do título de Doutor Honoris Causa para o presidente Ikeda ao seu representante, o reitor da Universidade Soka, prof. dr. Yoshihisa Baba. Nesse mesmo dia, foram concedidas ao reitor Antoniolli o Prêmio Suprema Honra da Universidade Soka e Certificado de Amizade Soka.


 


Convenção da Paz dos Jovens em Hiroshima


Na manhã do 4 de agosto último, a o Núcleo Jovem de Hiroshima organizou a Convenção da Paz, e contou com a participação do magnífico reitor prof. dr. Angelo Antoniolli como convidado especial. O evento, alusivo aos 74 anos desde o lançamento da bomba atômica que ceifou centenas de milhares de vítimas, aconteceu no Memorial Ikeda da Paz.


Na ocasião, o Núcleo Jovem renovou seu juramento pela abolição das armas nucleares e pela extinção de toda forma guerra no planeta. Em contato com o fervor do local, o reitor Antoniolli mencionou: “Assim como o presidente Ikeda afirma, os jovens são a esperança do futuro. Tenho a firme certeza de que, com vocês, conseguiremos conquistar uma sociedade pacífica!”


Em retrospecto, no ano de 2009, época em que o movimento pela abolição das armas nucleares estava estagnado, o presidente Ikeda propôs a criação de uma declaração que reafirmasse o compromisso de abolir da face da terra as armas nucleares. Em resposta, o Núcleo Jovem de Hiroshima elaborou a Declaração pela Paz. E desde então, vem promovendo atividades pela paz tendo como diretriz seus cinco itens: 1) Jamais toleraremos o uso de armas nucleares, 2) Estaremos na vanguarda para concretizar os ideais da Soka Gakkai de abolir as armas nucleares, 3) Protegeremos resolutamente a dignidade da vida, 4) Ampliaremos as redes de solidariedade da paz com o ‘coração de hiroshima e 5) Criaremos um ‘mundo sem armas nucleares’ com a força e a paixão dos jovens.


Em suas palavras, o reitor Antoniolli salientou que “Temos encorajado toda a comunidade acadêmica para a luta em favor da democracia. Da dignidade da vida. Da harmonia entre as pessoas. Das relações respeitosas entre os povos. Da defesa da paz universal. Do protesto contra todas as formas de violência. Da rejeição às armas nucleares”.


Ele reiterou ainda que Hiroshima se reergueu dos horrores da bomba atômica se tornando um modelo de esperança e de paz, e que se trata do local que simboliza a paz perene na luta para proteger o ser humano. E citou que apesar de os conflitos humanos não cessarem, a humanidade continua lutando para alcançar a paz. O reitor afirmou que os conflitos e as inconsistências são geradas quando o ser humano se fecha à sua realidade e manifestou sua profunda expectativa em relação ao movimento Soka pela paz para abrir o coração de cada pessoa do planeta. “Hiroshima é a cidade símbolo da luta pela paz. Que a Chama da Paz acesa, nesta cidade, na esperança de um mundo sem armas nucleares, faça os homens compreenderem a necessidade de que tais armas devem ser definitivamente banidas da face da Terra”, encerrou o reitor.


 

Voltar para o topo

Outras notícias

September de 2019

August de 2019

April de 2019

Mais notícias

Notícias + lidas

Sede Central da BSGI
Rua Tamandaré, 1007
Liberdade - São Paulo - SP
Brasil
CEP: 01525-001
Telefone
+55 11 3274-1800

Informações
informacoes@bsgi.org.br

Relações Públicas
rp@bsgi.org.br
Informações Gerais
Contatos
Newsletter

Redes Sociais
Facebook
YouTube
Instagram
Twitter
Sites Relacionados
Soka Gakkai Internacional
Daisaku Ikeda
Josei Toda
Tsunesaburo Makiguchi
Cultura de Paz
Editora Brasil Seikyo
CEPEAM
SGI Quarterly
Escola Soka do Brasil
Extranet BSGI